Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

João Ramos lidera em Espinho
João Ramos lidera em Espinho

João Ramos assinou um 65 (-6) no primeiro dia do Solverde Campeonato Nacional PGA e terminou a jorn...

Ler mais
É preciso muita força de vontade...

Muitas horas no mato pode dar nisto Foto: @ForePlayPod...

Ler mais
Palavras para quê?

Um clássico!   Foto: @CallawayGolfEU...

Ler mais
Ryder Cup à porta

Ryder Cup à porta

Publicado em 13 de Setembro de 2010 às 23:00

Ryder Cup à portaFaltam 15 dias para se iniciar no Celtic Manor Resort, em Gales, um dos maiores eventos desportivos do mundo. A Ryder Cup, competição bienal que opõe a Europa aos Estados Unidos, joga-se este ano no Velho Continente, com a equipa da "casa" a tentar recuperar o troféu perdido há dois anos no Valjalla Golf Club, em Louisville, Kentucky. Depois de vencer de forma autoritária as primeira três edições do novo milénio, os europeus acabaram por ceder no último match com os americanos. Dos 12 magníficos eleitos por Colin Montgomerie, metade são estreantes – Rory McIlroy, Martin Kaymer, Ross Fisher, Peter Hanson e os Molinari, Francesco e Edoarto, que se vão tornar nos primeiros irmãos a disputar uma Ryder Cup, desde Bernard e Geoff Hunt, no longínquo ano de 1963. Na equipa dos Estados Unidos, Phil Mickelson, Hunter Mahan, Bubba Watson, Jim Furyk, Steve Stricker, Dustin Jonson, Jeff Overton e Matt Kuchar, terão a companhia dos wildcards Stewart Cink, Zach Johnson, Rickie Fowler e... Tiger Woods. O Tigre resistiu a todas as contrariedades e convenceu Corey Pavin a dar-lhe uma oportunidade para mostrar que está a regressar à sua melhor forma.

Ryder Cup à porta

Fica a conhecer melhor os eleitos de Colin Montgomerie:

Lee Westwood – o mais experiente dos presentes vai para a sétima participação na Ryder Cup. O número 3 mundial, que recupera de uma lesão muscular, soma um total de 29 matches (14 vitórias, cinco empates e dez derrotas. Esteve 12 matches consecutivos sem perder, igualando o recorde da competição. Martin Kaymer – o campeão do US PGA Tour, que vai fazer a sua estreia na competição, garantiu o seu lugar através da European Money List. Será o segundo alemão a participar na Ryder Cup, depois do ex-númerp 1 mundial Bernhard Langer. Rory McIlroy – tal como Kaymer, vai somar a primeira presença na competição. Um dos jovens mais promissores do golfe mundial será, com 21 anos, o mais novo em campo. É o segundojogador, depois do espanhol Sergio Garcia, a disputara Ryder Cup como júnior e profissional. Graeme McDowell – volta a representar a selecção europeia na Ryder Cup, depois de suma estreia impressionante há dois anos em Valhalla, onde venceu dois jogos, empatou um e perdeu outro e regressa ao campo onde este ano conquistou o The Celtic Wales Open Ian Poulter – qualificado através da European Points List, Ian Poulter garantiu a sua terceira Ryder Cup, depois das presenças em 2004 e 2008, onde foi o melhor o jogador que mais pontos fez para a selecção europeia. Ross Fisher – um dos seis estreantes da equipa capitaneada por Colin Montgomerie. Francesco Molinari – vai entrar duplamente na história. Além de fazer a sua estreia na Ryder Cup, vai tornar-se, juntamente com o seu irmão Edoardo, no primeiro dueto de irmãos a disputar a competição, desde Bernard e Geoff Hunt, em 1963, e Ernest e Reg Whitcombe, em 1935. Miguel Angel Jimenez – com 46 anos será o jogador mais velho da Ryder Cup 2010. Garantiu a qualificação automática no Johnnie Walker Championship, depois de terminar empatado no terceiro lugar, ele que precisava de um top-9 para não depender de terceiros. Será a quarta presença do espanhol que já disputou 12 matches na competição (duas vtórias, três empates e sete derrotas). Peter Hanson – tal como Jimenez, este estreante assegurou a qualificação directa com a 19ª posição no Johnny Walker Championship. Estava obrigado a terminar no top-43. Padraig Harrington – recebeu um dos três wildcards de Colin Montgomerie. Conquistou três majors nos últimos três anos, embora não tenha vencido um único match nas duas últimas Ryder Cups e não some nenhum título desde o PGA Championship de 2008. Luke Donald – A sua experiência pode ser decisiva. Ausente em 2008 devido a uma lesão no pulso, é especialista em foursomes e fourball. Já disputou sete matchs na Ryder Cups e apenas perdeu um. Edoardo Molinari – a vitória no Johnnie Walker Championship convenceu definitivamente Colin Mongomerie a "convidar" o italiano, que faz a sua estreia na Ryder Cup, para a equipa europeia. "É o tipo de jogador que precisamos para vencer os Estados Unidos", enalteceu o escocês.

Fique a conhecer os eleitos de Corey Pavin:

Phil Mickelson – apesar de já ter desperdiçado por 11 vezes o assalto à liderança do ranking mundial, a sua experiência pode ser determinante. Vai para a nona presença consecutiva na Ryder Cup Hunter Mahan – Depois de ter feito parte da equipa que venceu em 2008, um ano positivo valem-lhe a segunda presença neste match. Bubba Watson – carimbou a qualificação para a Ryder Cup depois do segundo lugar no PGA Championship. Será a sua segunda presença na equipa americana. Jim Furyk – é a par de Phil Mickelson um dos dos jogadores mais experientes.Vai marcar presença na competição pela sétima vez. Steve Stricker – o número 4 do mundo vai fazer a sua estreia na prova, mas os últimos resultados mostram que será um dos jogadores a ter em conta. Dustin Johnson – apesar de ter falhado por muito pouco a conquistata de dois majors (US Open e o PGA Championship), tem mostrado ser um dos melhores jogadores do momento. Com 26 anos, o número 2 do ranking FedEx, vai fazer a sua estreia na Ryder Cup. Jeff Overton – garantiu a qualificação directa de forma surpreendente. Será uma dos jogadores a observar. Matt Kuchar – A vitória no The Barclays, primeira prova dos play-off da FedEx Cup, valeu-lhe o último lugar directo na equipa americana. Poderá estar ainda mais motivado por ter entrado para o top-10 do ranking mundial. Tiger Woods – ausente em 2008 por lesão, um ano atribulado e sem vitórias colocaram o seu lugar em risco, mas as recentes exibições por um convite de Corey. Conta com cinco participações. Stewart Cink – o vencedor do British Open em 2008 e 2009 vai para a sua quinta participação. Zach Johnson – Depois da presença de 2006, volta a representar a equipa americana na Ryder Cup. Venceu o Crowne Plaza Invitational em Maio. Rickie Fowler – a grande surpresa de Corey Pavin. Sem vitórias no Tour, este estreante superou 16 de 24 cuts em 2010, registando cinco top-10, dois dos quais segundos lugares.