Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

Um resultado que vem em boa altura
Um resultado que vem em boa altura

Apesar das condições adversas, Ricardo Melo Gouveia fez uma das melhores rondas do dia no British ...

Ler mais
Pedro Figueiredo perdeu uma posição no ranking

No primeiro de dois torneios na China, Pedro Figueiredo, tal como Filipe Lima, já com lugar assegur...

Ler mais
Leishman arrasa concorrência

Marc Leishman somou o 4º título no PGA Tour, depois de conquistar o CIMB Classic. Depois de até ...

Ler mais
Imaginem

Imaginem

Publicado em 9 de Novembro de 2010 às 23:00

Imaginem

Imaginem que o primeiro torneio do campeonato nacional era disputado, por exemplo, no Oporto Golf Club, talvez por ser um dos mais emblemáticos campos europeus. Imaginem que quem o ganharia, era, por exemplo, Ricardo Santos com um estrondoso agregado de 272 (68+70+65+69), batendo assim o recorde do campo (66) e deixando atrás de si Bernardo Frére.

Imaginem que passado, por exemplo, três semanas, se disputaria a segunda prova desse mesmo campeonato nacional, no Estela Golf Club e o vencedor seria, Gonçalo Pinto, deixando a concorrência a 6 shots de distância.

Imaginem

E imaginem que passado outras três ou quatro semanas se jogaria a terceira prova no Vidago Palace Golf e no top 3 final separados por 3 pancadas, tínhamos nomes, como José Maria Jóia, Miguel Gaspar e António Rosado.

Já agora, porque não também imaginar, que nos torneios seguintes, disputados em, por exemplo, Viseu, Montebelo, e Marvão, que reabriria, porque existia um campeonato nacional e assim fazia sentido haver golfe no interior alentejano, o vencedor seria Ricardo Melo Gouveia, que passaria momentaneamente para o primeiro lugar do ranking nacional, depois de ultrapassar António Sobrinho.

ImaginemE depois imaginem que o campeonato nacional iria a Belas, depois seguiria para Tróia, voltaria ao Estoril, e depois ao fantástico campo da Quinta da Marinha ou se preferirem, o Oitavos, em Cascais. Na zona da grande Lisboa marcariam importantes pontos para o ranking nacional nomes como, Pedro Figueiredo, Tiago Rodrigues, Tomás Silva e José Filipe Lima.

No Algarve, no Old Course, Manuel Violas vingava-se da vitória de Ricardo Santos em Espinho e triunfava em casa do rival, assumindo agora ele a liderança do circuito. Tiago Cruz, em grande, vencia em Vale do Lobo e na Penina.Imaginem

Imaginem que aos campos acorreria bastante público fervoroso e entusiasta, interessado em ver de perto os seus ídolos e ansioso por um mágico e decisivo shot, bem como por autógrafos. E mais imaginem que os campos estariam repletos de publicidade como a Mercedes, Liberty, BPI, Audi, Tranquilidade, Solverde e porque não, a que se juntariam marcas como a Callaway, Nike, Tag-Heuer, Footjoy, Rolex, Titleist, TaylorMade e Jaguar.

ImaginemSimplesmente imaginem… Seria fantástico, não?

"O golfe nacional tem um longo mas não sinuoso caminho a percorrer. Existem 84 campos em território nacional, boas condições climatéricas para a prática do jogo e excelentes infra-estruturas de apoio, nomeadamente no sector de turismo e serviços… com apoios congregados, certamente que conseguiríamos ter definitivamente um circuito nacional digno de registo e assim potenciar a competitividade interna em ordem a surgirem jovens valores capazes de afirmar o nome de Portugal no mundo do golfe." In Golf4You