Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

Foi pena...
Foi pena...

Ao contrário de Ricardo Melo Gouveia, Miguel Gaspar teve um sábado confortável e até chegava ao ...

Ler mais
Melo Gouveia mostrou garra

Depois de um sábado difícil, Ricardo Melo Gouveia concluiu o Nordea Masters com quatro birdies nos...

Ler mais
Miguel Gaspar salva a honra

Bogeys consecutivos no 5 e no 6 impediram Miguel Gaspar de terminar o segundo dia do Open da Irlanda...

Ler mais
Uma estreia agridoce

Uma estreia agridoce

Publicado em 31 de Janeiro de 2011 às 23:00

Uma estreia agridoceDepois de um inédito ano sem vitórias, aguardava-se com expectativa o que iria fazer Tiger Woods na sua estreia em 2011.

E com duas rondas iniciais de 69 pancadas (-3) no Farmers Insurance Open, que lhe deram a 12ª posição no final dos dois primeiros dias, esperava-se o antigo número 1 mundial entrasse na discussão da vitória.

Ainda para mais no seu inspirador Torrey Pines, onde já tinha vencido esta prova, então sob o nome de Buick Invitational, e o US Open 2008, na sua última presença no percurso público de San Diego.

Mas no fim-de-semana, Tiger não foi além de um 74 (+2) e um 75 (+3) para terminar empatado no 44º lugar, com -1, a distantes 15 shots do vencedor Bubba Watson.

O 74 de sábado foi a primeira vez que Tiger, vencedor de 14 majors entre os seus 82 títulos no total da carreira, não conseguiu bater o Par nas 32 rondas disputadas em Torrey Pines.

Aliás, foi a primeira vez que o Tigre não saiu deste campo no top-10.

“Comecei bem a semana, mas fui piorando progressivamente. Ainda tenho muito trabalho pela frente. Consigo fazer o que quero no driving range, mas no campo tudo é diferente”, sublinhou Tiger Woods, antes de referir que está num “processo” de mudança de swing.

O seu objectivo é ter o seu jogo afinado para o Masters, daqui a dois meses...

Veremos como se comporta no futuro.