Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

O golfe português está em alta
O golfe português está em alta

Primeiro foi Pedro Figueiredo a vencer o KPMG Trohy do Challenge Tour na semana passada; seguiu-se, ...

Ler mais
Emoção até ao fim

Depois de dois dias bastante sólidos, Dustin Johnson sentiu na pele os desafios do Shinnecock Hills...

Ler mais
Ricardo Santos falha assalto aos da frente

Ricardo Santos não conseguiu melhor do que um 74 (+3) no terceiro dia do Hauts France Golf Open e c...

Ler mais
De quem é o mérito?

De quem é o mérito?

Publicado em 9 de Agosto de 2011 às 23:00

De quem é o mérito?A vitória de Adam Scott no WGC – Bridgestone Invitational não pode ficar dissociada de Steve Williams.

Logo no seu primeiro torneio como caddie oficial do australiano, o neozelandês, que foi despedido por Tiger Woods no mês passado, foi determinante para o triunfo no Firestone CC, percurso onde já tinha ajudado o antigo número 1 do Mundo, agora na 30ª posição da hierarquia, a vencer por sete vezes.

Aliás, além de ofuscar Scott, Williams ofuscou igualmente o regresso do seu antigo patrão, que voltou à competição três meses depois.

Depois de já ter dito que estava “desapontado” e considerava ter “desperdiçado os dois últimos anos da sua vida” ao manter-se fiel ao Tigre, que não vence desde Novembro de 2009, Williams confessou após a brilhante vitória em Akron que “esta foi a melhor semana da minha vida”.

Palavras que parecem não ter caído bem junto de alguns profissionais.

Chris Wood, Paul Azinger e Oliver Wilson foram alguns deles.De quem é o mérito?

Ambos criticaram a atitude de Steve Williams por ter usado a vitória de Adam Scott para lançar farpas a Tiger.

É que as “regras dos caddies”, não escritas, dizem que estes não devem falar sobre os profissionais à Imprensa, e quando o fazem, devem fazer nas alturas próprias.

Vamos ver se Tiger Woods vai responder esta semana…

… ou se pelo menos em campo.