Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

João Ramos lidera em Espinho
João Ramos lidera em Espinho

João Ramos assinou um 65 (-6) no primeiro dia do Solverde Campeonato Nacional PGA e terminou a jorn...

Ler mais
É preciso muita força de vontade...

Muitas horas no mato pode dar nisto Foto: @ForePlayPod...

Ler mais
Palavras para quê?

Um clássico!   Foto: @CallawayGolfEU...

Ler mais
Os conselhos de Michael Jordan

Os conselhos de Michael Jordan

Publicado em 1 de Agosto de 2011 às 23:00

Os conselhos de Michael JordanTiger Woods prepara-se para regressar à competição já depois de amanhã, 11 semanas depois de se ter retirado ao fim de nove buracos no The Players Championship.

Nesse período, o antigo número 1 mundial, actualmente no 28º lugar, o seu pior ranking desde 5 de Janeiro de 1994 – há mais de 14 anos e meio –, falhou o US Open e o British Open, levando inclusivamente muita gente a questionar-se se o astro jogaria mais este ano.

Tiger sempre disse que só voltava a jogar quando se sentisse a 100 por cento e este parece o momento.

E o Tigre já confirmou a sua presença no PGA Championship da próxima semana, o último major da temporada, isto, obviamente, se não sofrer nenhuma recaída em Ohio.

A antiga lenda do basquetebol Michael Jordan, amigo pessoal de Tiger Woods, aconselhou-o para os próximos tempos.

“Acho que o Tiger está à espera de explodir novamente. Esta batalha para voltar a vencer está a ser mais dura do que até ele próprio pensava. Mas ele tem de saber lidar com essa situação, antes de voltar a lutar por isso”, disse o antigo astro dos Chicago Bulls, agora proprietário dos Washington Wizards.

E numa altura em que a vida, desportiva e pessoal, de Tiger continua a dar pano para mangas, Michael Jordan acredita que isso vai motivar ainda mais o americano.

“Isso aconteceu-me quando eu jogava basquetebol e tornou-se uma espécie de terapia para mim, levando-me a esquecer tudo o resto. Uma vez acabei de jogar e tive uma melhor percepção das decisões que tinha tomado. Ele não sente isso agora. Ele agora está a passar por uma situação totalmente diferente, totalmente nova e está a absorver isso. Primeiro tem de recuperar, mentalmente e fisicamente, para poder atacar os seus objectivos”, acrescentou.