Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

Liderança em casa
Liderança em casa

Kevin Kisner parecia caminhar a passos largos para reforçar a liderança no British Open, mas um du...

Ler mais
Amanhã há mais

Filipe Lima vai ter de regressar amanhã ao Golf PGA France, depois do segundo dia do Le Vaudreuil G...

Ler mais
Kisner foi a estrela mais cintilante

Kevin Kisner lidera isolado o British Open, depois de entregar um cartão de 66 pancadas (-5). O ca...

Ler mais
Golfe em alta

Golfe em alta

Publicado em 24 de Outubro de 2011 às 23:00

Golfe em altaDepois da saída de cena de Tiger Woods, o golfe está sedento de um novo herói, mas talvez isso até esteja a ser benéfico para a modalidade.

Há vários talentos a emergir, rapidamente apontados como os novos dominadores do golfe mundial, mas a regularidade de Luke Donald, que esta semana impôs-se de forma fantástica no Children’s Miracle Networw Hospitals Classic para vencer a Money List do PGA Tour parece estar a demonstrar que ainda não é a vez destes.

Sergio Garcia, por exemplo, foi em tempos eleito pela Imprensa como um digno sucessor do Tigre.Golfe em alta

“El Niño”, “La Furia”, etc…, mas a verdade é que não conseguiu melhor do que chegar a número 2 do Mundo.

Aliás, foi a vitória no HSBC Champions de 2008 que o levou a esse lugar.

Contudo, desde aí, o espanhol, agora com 31 anos, quase menos três do que Donald, nunca mais venceu.

Passou por um momento complicado, saiu do top-75 mundial e chegou mesmo a ficar uns tempos sem jogar golfe para repensar o que era melhor para a sua carreira.

Regressou no início do ano, obteve alguns bons resultados – ainda só falhou um cut este ano –, mas a imponente vitória desta semana no Castello Masters, o mesmo que consagrou o prodígio italiano Matteo Manassero no ano passado, por 11 shots, voltou-o a colocar na ribalta.

Golfe em altaNo entanto, tal como Luke Donald, tem um enorme fardo: nunca venceu um major…

No golfe feminino também parece estar a surgir uma signa sucessora de Lorena Ochoa.

A nova número 1 mundial, Yani Tseng, de apenas 22 anos, não tem dado hipóteses à concorrência e já soma 10 vitórias este ano.