Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

Tomás Silva no Alps Tour
Tomás Silva no Alps Tour

Tomás Silva garantiu o cartão do Alps Tour, ao terminar a Final da Escola de Qualificação na 15...

Ler mais
Jamieson feliz na África do Sul

Scott Jamieson subiu à liderança do Alfred Dunhill Championship com -11. O escocês vai para a ron...

Ler mais
Nicklaus vê ameaça em Tiger

Jack Nicklaus acredita que o seu recorde de 18 majors pode estar em risco, uma vez o swing de Tiger ...

Ler mais
Será desta?

Será desta?

Publicado em 7 de Agosto de 2012 às 23:00

Tiger Woods parece preparado para voltar a reassumir o estatuto de número 1 mundial.

Depois de ter passado por um momento conturbado, originado pelo mega escândalo sexual em que se viu envolvido, e que o levou inclusive a retirar-se da competição entre dezembro de 2009 e inícios de abril de 2010 para dedicar mais tempo à família – mas que não evitou, meses depois, o seu divórcio de Elin Nordegren –, o Tigre caiu na 58ª posição da hierarquia (Novembro de 2011), mas três vitórias já este ano, bem como outro no final de 2011, levaram-no a subir à vice-liderança.

Mas agora uma vitória no PGA Championship, prova que já venceu por quatro vezes e tem ainda mais três top-5, poderá levá-lo de novo ao topo, onde já esteve num total de 623 semanas.

E apesar de não ter ido além de um 28º lugar em 2010 e ter falhado o cut o ano passado no Atlanta Athletic Club, a sua forma recente em majors este ano tem vindo a subir: 40º no Masters, 21º no US Open e 3º no British Open.

Por tudo isto, e depois de ter sido 1º nos rankings de ball striking e ficado no top-10 nos de driving distance e greens in regulation no WGC – Bridgestone Invitational da semana passada, mostram que o melhor Tiger está ai e que o longo Ocean Course não será problema…

Contudo a média de mais de 30 putts/ronda podem complicar a sua tentativa de somar o seu 15º major, ele que não vence um desde o US Open de 2008.

 

Foto: Getty Images