Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

Vai haver um Grillo em Augusta
Vai haver um Grillo em Augusta

Com quatro top-15 nos últimos cinco torneios disputados, o argentino Emiliano Grillo garantiu um lu...

Ler mais
Última

...

Ler mais
Leonor Bessa vai cumprir calendário

Leonor Bessa não se assustou com os fantasmas do primeiro dia na Final da Escola de Qualificação ...

Ler mais
Drivers Nike VR_S Covert e Covert Tour

Drivers Nike VR_S Covert e Covert Tour

Publicado em 11 de Fevereiro de 2013 às 23:00

Este artigo pertence à área de conteúdos fernandoserpa

O ano de 2013 vai ser de excelência para a Nike Golf. Não só porque vão ter novos nomes sonantes na sua "família" de Tour players, mas também porque da sua gama vão fazer parte novos produtos que vão dar que falar. E vão dar que falar pela inovação, pelo design e pela performance.

Vão ser lançados no mercado em Fevereiro de 2013 os novos Drivers Nike VR_S Covert e Covert Tour.

Como grande novidade, estes novos Drivers apresentam o sistema FlexLoft, onde uma só cabeça tem 5 opções distintas de loft (de 8,5º a 12,5º), 3 ângulos de face (neutral, open & close) com afinações independentes do loft (com 1 só Driver tem 15 Drivers diferentes à disposição), o sistema Speed Cavity Back, apresentando também uma cabeça de cor vermelha com o monograma da marca na parte interior da coroa. Gostos não se discutem, mas posso assegurar que é muito agradável ao address.

A tecnologia Speed Cavity Back, reposiciona o peso internamente para onde ele é necessário (redistribui o peso para as zonas laterais traseiras da cabeça do Driver), aumentando assim o MOI (momento de inércia), proporcionando maior estabilidade no impacto na bola e transmitindo mais energia à bola. Mais energia é sinónimo de mais distância e maior estabilidade, o que resulta em shots também mais direitos.

A Nike Golf utiliza também neste novo Covert e Covert Tour a tecnologia NEXT CORE, já nossa conhecida da anterior gama VR_S. Uma maior área de face disponível com um maior efeito de trampolim, oferece distância adicional, mesmo nos shots batidos um pouco fora do centro da face.

As diferenças entre o Driver VR_S Covert e VR_S Covert Tour são a volumetria da cabeça, com 430 cc para a versão Covert Tour e 460 cc para a versão Covert. Na versão Covert Tour a face e a sola do Driver têm um acabamento escuro, enquanto na versão Covert  o acabamento é metalizado. Um parafuso de alta densidade é colocado na sola do Covert Tour, para posicionar o centro de gravidade e optimizar o ângulo de lançamento e spin rate. Esta versão é mais adaptada a jogadores com swings mais “treinados”, que gostam e conseguem “trabalhar” o voo de bola. A versão Covert, é mais adequada para jogadores cuja cabeça com 460cc ajuda a optimizar os shots, que minimiza os desagradáveis efeitos de side spin (hooks e slices) e cujo ângulo de lançamento mais elevado permite um melhor voo de bola, que conjugado com as restantes inovações que este novo Covert apresenta, torna este Driver uma peça de eleição.

Apresentadas as características e principais inovações que a Nike Golf introduziu nestas duas versões do seu novo Driver VR_S Covert, resta agora falar do que realmente se sente quando experimentamos estas novas “bombas”.
Pois bem, a primeira impressão com que fiquei e que ainda retenho, foi a reacção de um jogador que fez o 1º fitting com o novo Driver Covert. Ao dar o seu 1º shot, a reacção à impressionante saída da bola da face do Driver foi de espanto e admiração, face ao shots que tinha dado com o seu Driver de uma marca concorrente. É verdade, nota-se realmente a bola a sair “explosiva” da face do Covert. A distância adicional que a marca anuncia face às inovações tecnológicas introduzidas é perceptível. Todos os jogadores que observei a testarem o novo Driver Covert e Covert Tour, foram unânimes em afirmar que estavam perante Drivers diferentes dos que estavam habituados a jogar e que a tecnologia que a marca introduziu, sente-se e é visível.

Testei ambas as versões, a Tour equipada de série com uma vareta Mitsubishi Rayon Kuro Kage White 60 e a versão Performance com uma vareta Mitsubishi Rayon Kuro Kage Black 50. Estabilidade da cabeça do Driver durante todo o movimento de swing e em especial no impacto na bola, excelente velocidade de saída da bola da face do taco e consistência, foram os principais elementos que retirei dos testes que efectuei, além obviamente das excelentes possibilidades de afinação que permitem tornar mais “nosso” este Driver. Fiquei com a sensação de estar perante um Driver que vai agradar ao mercado e que vai ter sucesso. É certo que como sempre digo, um Driver só é bom para nós, se a combinação cabeça/vareta for adequada ao nosso swing. As múltiplas possibilidades de afinação deste Covert, vão certamente permitir que se encontre uma especificação que facilmente se adeqúe às características de cada jogador. A partir de Fevereiro e depois do lançamento do Covert, a marca vai disponibilizar várias opções de varetas custom, por forma a servir melhor todos os potenciais clientes da marca.

Não tenho dúvidas em afirmar, que estamos perante uma das grandes revelações de 2013. E este Driver Covert não vem só. Consigo trás a família completa. Madeiras de Fairway, Híbridos e Ferros. Num próximo artigo, falarei em detalhe da restante gama Covert.

Como curiosidade, os novos Tour Players Nike Golf Nick Watney e Kyle Stanley começaram as provas de 2013 já com o novo Driver Covert Tour no saco.

Experimente e vai certamente ficar surpreendido, tal como eu fiquei.

 

Boas tacadas!!!

Fernando Serpa