A Golf4You precisa da tua ajuda. Faz uma pequena contribuição e ajuda-nos a levar até ti os melhores conteúdos de golfe. Obrigado :)

Últimas

DJ procura melhorar o 2º lugar do ano passado
DJ procura melhorar o 2º lugar do ano passado

Depois de um início de 2017 fulgurante, com três vitórias, mas três últimas exibições modesta...

Ler mais
A saga continua…

Certamente ainda motivado pela conquista do Campeonato Nacional PGA há dias, Filipe Lima surgiu em ...

Ler mais
Ricardo Santos espreita o top-10

Ricardo Santos terminou o primeiro dia do Challenge da Suécia no 11º lugar, depois de entregar um ...

Ler mais
Anna Grzebien: Ela tornava o campo de golfe mais bonito

Anna Grzebien: Ela tornava o campo de golfe mais bonito

Publicado em 26 de Maio de 2013 às 23:00

Este artigo pertence à área de conteúdos golfbabes

A partir desta segunda-feira, a Golf 4 You vai iniciar uma rúbrica que se destina dar a conhecer as “miúdas mais giras do circuito”!

Neste caso trata-se de uma ex-jogadora. A americana Anna Grzebien, de 28 anos, formada em psicologia pela universidade de Duke, teve uma carreira amadora auspiciosa – por exemplo, em 2005 venceu o prémio Honda para a Melhor Jogadora Nacional depois de conquistar o NCAA Individual Championship, ano em que, tal como 2006, integrou a First-Team All-American da NGCA (National Golf Coaches Association) –, e abandonou a sua carreira profissional este ano, para grande desilusão dos seus fãs, depois de um grande amigo e da sua avô terem sofrido graves acidentes de viação.

 

“Isso fez-me olhar para a vida de uma outra perspetiva”, confessou Grzebien, atualmente a trabalhar como diretora do clube de golfe privado, Dye Preserve, em Jupiter, na Flórida. 

Antes de se ter tornado profissional em maio de 2007, foi distinguida para a Second-Team All-American, e regista ganhos superiores a 266,000$ no LPGA Tour. Contudo, faltou-lhe uma vitória no principal circuito americano feminino, onde o seu melhor resultado foi um 13º lugar no CVS/pharmacy LPGA Challenge em 2009.