A Golf4You precisa da tua ajuda. Faz uma pequena contribuição e ajuda-nos a levar até ti os melhores conteúdos de golfe. Obrigado :)

Últimas

DJ procura melhorar o 2º lugar do ano passado
DJ procura melhorar o 2º lugar do ano passado

Depois de um início de 2017 fulgurante, com três vitórias, mas três últimas exibições modesta...

Ler mais
A saga continua…

Certamente ainda motivado pela conquista do Campeonato Nacional PGA há dias, Filipe Lima surgiu em ...

Ler mais
Ricardo Santos espreita o top-10

Ricardo Santos terminou o primeiro dia do Challenge da Suécia no 11º lugar, depois de entregar um ...

Ler mais
Beatriz Recari: A mulher de ferro parte corações

Beatriz Recari: A mulher de ferro parte corações

Publicado em 2 de Junho de 2013 às 23:00

Este artigo pertence à área de conteúdos golfbabes

Depois de Anna Grzebien, a Golf 4 You piscou o olho a Beatriz Recari na rubrica de “miúdas mais giras do circuito". A beldade espanhola, de 26 anos, que começou a jogar aos 11, influenciada pelo seu pai, já se destacava enquanto amadora.

Antes de se tornar profissional em 2005, pouco depois de ter sido uma das europeias na Junior Solheim Cup, esta economista formada pela universidade de Navarra conquistou o Internacional de Espanha em 2004, ano em que venceu o Campeonato da Europa por Equipas’2004 com a Espanha, impondo-se também no de França no ano seguinte – destacou-se igualmente pelo segundo lugar no British Girls Amateur de 2003.

Nos primeiros tempos como profissional, Recari teve uma “luta” com os seus desequilíbrios alimentares e o seu primeiro triunfo aconteceu apenas no Finnair Masters’2009, depois de bater Iben Tinning no primeiro buraco do play-off ao meter diretamente o seu segundo shot no buraco a 161 metros.

Em 2010 mudou-se para o LPGA Tour, garantindo o seu cartão via Escola de Qualificação, somando nesse ano de rookie a sua primeira vitória no circuito no CVS/pharmacy LPGA Challenge. E depois de um 2011 irregular, passou o cut em todos os 27 torneios do calendário do LPGA Tour de 2012, o que lhe valeu a alcunha de “Iron Woman”.

Já este ano, somou a segunda vitória nos Estados Unidos, ao vencer o Kia Classic, também num play-off, agora com I.K. Kim.

O seu caddie Andreas Thorpe conquistou o seu coração em 2008 para desalento dos fãs....