A Golf4You precisa da tua ajuda. Faz uma pequena contribuição e ajuda-nos a levar até ti os melhores conteúdos de golfe. Obrigado :)

Últimas

DJ procura melhorar o 2º lugar do ano passado
DJ procura melhorar o 2º lugar do ano passado

Depois de um início de 2017 fulgurante, com três vitórias, mas três últimas exibições modesta...

Ler mais
A saga continua…

Certamente ainda motivado pela conquista do Campeonato Nacional PGA há dias, Filipe Lima surgiu em ...

Ler mais
Ricardo Santos espreita o top-10

Ricardo Santos terminou o primeiro dia do Challenge da Suécia no 11º lugar, depois de entregar um ...

Ler mais
Haja dinheiro

Haja dinheiro

Publicado em 4 de Junho de 2013 às 23:00

O ministro das Finanças de Portugal, Vítor Gaspar, deve estar em pulgas para saber onde fica o filão da Nike.

Meses depois de recrutar Rory McIlroy com um megacontrato de $200M por 10 anos, o gigante desportivo americano prepara-se novamente para abrir os cordões à bolsa.

Depois de um período conturbado na carreira, Tiger Woods está definitivamente de volta. As três vitórias de 2012 já o tinham confirmado, mas as quatro que já soma este ano confirmaram o seu regresso a número 1.

E ao contrário de outros patrocinadores, a Nike, que apoia o Tigre  desde que este se tornou profissional em 1996, nunca o abandonou, mesmo quando se tornou público o escândalo sexual envolvendo o seu nome – e que acabou inclusive com o seu casamento. Agora prepara-se mesmo para lhe oferecer a renovação de contrato por tempo indeterminado, que o manterá por muitos anos no topo da lista dos golfistas com mais ganhos.

A ESPN não fala em números, mas sublinha que o acordo poderá ser anunciado ainda antes do US Open da próxima semana e recorda que o último, assinado em 2006, valeu a Tiger qualquer coisa entre $20M a $40M anuais.