Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

Não se pode ganhar sempre…
Não se pode ganhar sempre…

Depois de conquistar a sua primeira vitória nos Estados Unidos, João Magalhães não conseguiu mel...

Ler mais
João Girão ainda tentou mais alguma coisa

João Girão terminou no 37º lugar do Quail Valley Intercollegiate Invitational com +2. O portugu...

Ler mais
Um resultado que vem em boa altura

Apesar das condições adversas, Ricardo Melo Gouveia fez uma das melhores rondas do dia no British ...

Ler mais
Blair O’Neal: Vamos fazer um concurso de Longest Drive?

Blair O’Neal: Vamos fazer um concurso de Longest Drive?

Publicado em 23 de Junho de 2013 às 23:00

Este artigo pertence à área de conteúdos golfbabes

A Golf 4 You encontrou mais uma rapariga que se enquadra perfeitamente na rúbrica “miúdas mais giras do circuito”. Blair O’Neal, nascida a 14 de maio de 1981, em Macomb, Illinois, mudou-se para o Arizona com apenas dois anos.

 

Desde muito cedo, a americana, que gostava de ser cheerleader, inscreveu-se em aulas de ballet e jazz, mas aos 11 apaixonou-se pelo golfe. Na universidade de Arizona State, onde se formou em comunicação, distinguia-se das companheiras de equipa pela sua longa distância e em 2008, quatro anos depois de se ter tornado profissional, foi eleita pela prestigiada revista “Sports Illustrated” uma das 50 atletas mais bonitas de sempre.

 

 

Apesar de já ter jogado torneios nos Estados Unidos, Japão, Tailândia, Coreia do Sul e China, nunca conseguiu chegar ao LPGA Tour. Aliás, a sua única participação em torneios do principal circuito americano foi no KIA Classic de 2011, depois de ter recebido um convite por ter ganho o reality show Big Break Dominican Republic, um ano depois de ter perdido a final do Big Break: Prince Edward Island da Golf Channel. Mas Blair não foi além de rondas modestas de 81 (+8) e 84 (+11) e falhou obviamente o cut.

 

 

Esta loiraça, também conhecida pela sua longa distância do tee, faz ainda trabalhos de modelo para a FORD Models e a Sports Unlimited Talent nos Estados Unidos e na Ásia.