A Golf4You precisa da tua ajuda. Faz uma pequena contribuição e ajuda-nos a levar até ti os melhores conteúdos de golfe. Obrigado :)

Últimas

DJ procura melhorar o 2º lugar do ano passado
DJ procura melhorar o 2º lugar do ano passado

Depois de um início de 2017 fulgurante, com três vitórias, mas três últimas exibições modesta...

Ler mais
A saga continua…

Certamente ainda motivado pela conquista do Campeonato Nacional PGA há dias, Filipe Lima surgiu em ...

Ler mais
Ricardo Santos espreita o top-10

Ricardo Santos terminou o primeiro dia do Challenge da Suécia no 11º lugar, depois de entregar um ...

Ler mais
Patrick Reed respira confiança

Patrick Reed respira confiança

Publicado em 11 de Março de 2014 às 23:00

Tiger Woods voltou a ter um mau ensaio para o Masters. Depois de vencer por cinco vezes no ano passado, embora nenhuma delas em majors, o número 1 mundial parecia determinado em aproximar-se do recorde de 18 majors do lendário Jack Nicklaus – soma atualmente 14, embora o último tenha sido conquistado no longínquo US Open de 2008.

Esta semana, e após se ter retirado do Honda Classic na última ronda com dores nas costas, o Tigre recuperou em tempo recorde para defender o seu título no WGC – Cadillac Championship. E depois de duas rondas iniciais modestas em Doral, Tiger Woods colocou-se em posição com um fantástico 66 (-6) no sábado. Contudo, as dores voltaram a reaparecer e o 78 final (+6), a sua pior ronda da carreira num domingo, atiraram-no para o 25º lugar.

Com o primeiro major da temporada aí à porta – falta menos de um mês –, é Patrick Reed o “homen do momento”. O texano, de 23 anos, somou a terceira vitória da carreira no PGA Tour nos últimos 14 torneios, a segunda nos sete de 2014 – conquistou o Humana Challenge em janeiro. Reed disse mesmo que deveria estar no top-5 mundial e que este terceiro triunfo  antes de completar o 24º aniversário lhe permite pensar que está entre os melhores jogadores de todos os tempos. “Não vi muita gente além de Tiger Woods e outras lendas do golfe fazer o mesmo”, disse.

Aliás, só o Tigre (15), Rory McIlroy (6), Phil Mickelson (4), Adam Scott (3) e Sergio Garcia (3) conseguiram somar três títulos antes dos 24.