Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

Ricardo Santos a subir de forma
Ricardo Santos a subir de forma

Com o início da temporada do Challenge Tour a aproximar-se a olhos vistos – é já no próximo m...

Ler mais
Open de Portugal em setembro

Foi hoje divulgado o calendário de 2019 do Challenge Tour. O Open de Portugal volta a integrar a l...

Ler mais
VÍDEO: Nem Tiger ficou indiferente

Depois desta longa apresentação no WGC – Mexico Championship, Tiger Woods sorriu, mas parece nã...

Ler mais
Comporta fica sem Ryder Cup

Comporta fica sem Ryder Cup

Publicado em 16 de Maio de 2011 às 23:00

Comporta fica sem Ryder CupDepois do Campeonato do Mundo de futebol em 2018, Portugal voltou a perder mais uma candidatura, agora à organização da Ryder Cup em 2018.

A confusão política instalada no nosso país nos últimos meses parece ter influenciado negativamente os decisores e coube a Paris acolher a segunda edição da história fora das Ilhas Britânicas – a Espanha acolheu a primeira, em Valderrama’1997.

Aliás, essa era uma das desvantagens da candidatura de Madrid.

O campo ainda por construir era outra.

Mas por mais estranho que pareça, a morte do lendário Severiano Ballesteros deu força à Fúria espanhola.

Contudo, o melhor que conseguiu foi saber que o European Tour está a ponderar mudar o seu logótipo com a figura de El Matador.

Tal como Espanha, Portugal tinha a desvantagem de ainda não ter campo e a entrada do FMI e Banco Central Europeu não deram nada uma boa imagem lá fora.

Nem mesmo o grande apoio financeiro de um dos bancos mais sólidos do país apagou essa intervenção.

A candidatura alemã, presidida pelo antigo número 1 mundial Bernhard Langer, perdeu rapidamente todas as hipóteses quando anunciou a construção de um novo campo com o apoio da AUDI, um dos principais concorrentes da BMW, patrocinadora do European Tour.

E a Holanda, um país de pouca tradição golfística, tinha a candidatura mais frágil, com a sua maior arma a ser um campo desenhado por Colin Montgomerie ainda em projecto.Comporta fica sem Ryder Cup

A Ryder Cup Europe decidiu assim optar pela candidatura de Paris, dotada de um forte apoio institucional e um campo, mítico diga-se, já construído.