Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

Tomás Silva no top-20
Tomás Silva no top-20

Tomás Silva foi o melhor português na estreia da nova temporada do Alps Tour. Apesar de uma entra...

Ler mais
Muita qualidade no Egipto

Os portugueses não estão a deixar os seus créditos por mãos alheias no Ein Bay Open, prova inaug...

Ler mais
Tiger sabe como se vence um WGC

O Chapultepec GC recebe o primeiro World Golf Championship do ano. E falar de World Golf Championsh...

Ler mais
O fator concentração e pressão

O fator concentração e pressão

Publicado em 27 de Fevereiro de 2012 às 23:00

Rory McIlroy falhou a possibilidade de chegar a número 1 mundial, mas deverá ter aprendido com isso.

Tal como desperdiçou uma vantagem de seis pancadas para vencer o Masters e logo a seguir redimiu-se ao conquistar de forma categórica o US Open.

O norte-irlandês confessou que centrou todas as suas energias em bater Lee Westwood na meia-final do WGC – Accenture Match Play Championship para almejar a possibilidade de destronar Luke Donald, mas quando chegou ao jogo decisivo com Hunter Mahan não se encontrou…

Ou seja, pensou que o título no deserto do Arizona já estava ganho e Mahan, que era mais conhecido até agora pelo floff que deu no match com Graeme McDowell e deu a vitória à Europa na Ryder Cup’2010, aproveitou a desconcentração.

 

Foto: Getty Images