Encontra a Golf 4 You nas principais redes sociais e ajuda-nos a promover o Golfe Português Golf 4 You no Facebook Facebook Golf 4 You no LinkedIn LinkedIn

Últimas

Tomás Silva no top-20
Tomás Silva no top-20

Tomás Silva foi o melhor português na estreia da nova temporada do Alps Tour. Apesar de uma entra...

Ler mais
Muita qualidade no Egipto

Os portugueses não estão a deixar os seus créditos por mãos alheias no Ein Bay Open, prova inaug...

Ler mais
Tiger sabe como se vence um WGC

O Chapultepec GC recebe o primeiro World Golf Championship do ano. E falar de World Golf Championsh...

Ler mais
Desenvolvimento da condição física

Desenvolvimento da condição física

Publicado em 20 de Março de 2012 às 23:00

A participação activa e eficaz em modalidades desportivas depende da conciliação de factores determinantes, que se relacionam com os aspectos físicos, técnicos e psicológicos, variando a sua importância de acordo com as características das modalidades.

Para que o atleta vá ao encontro de prestações de elevado nível, quer se encontre em situação de treino, quer em situação de competição, não podemos negligenciar os factores anteriormente referidos.

No entanto, aquilo a que aqui me proponho é referenciar de uma forma geral apenas alguns aspectos que se relacionam com a componente física.

A importância do desenvolvimento da condição física em jogadores de golfe tem vindo a ganhar reconhecimento, sendo já frequente encontrarmos jogadores que incorporam o “trabalho do físico” nos seus planos semanais.

Muitos deles afirmam realizar treino no ginásio abrangendo a totalidade do corpo e exercitando a totalidade dos músculos, centrando-se apenas no treino da força.

É precisamente acerca deste aspecto que pretendo suscitar a atitude reflexiva do leitor.

Se o desenvolvimento da condição física geral proporciona um aumento do bem-estar do jogador e proporciona resultados favoráveis na performance desportiva, torna-se evidente que os ganhos de um trabalho específico permitirão a obtenção de resultados de maior relevo.

Para que tal seja possível devem ser tidas em consideração as diversas acções do jogador em competição, sendo fundamental, por exemplo, a estimulação acrescida de determinados músculos ao nível da força e a melhoria da flexibilidade específica.

A ênfase no treino específico irá possibilitar ao jogador melhorias significativas ao nível da mobilidade e da estabilidade, o que lhe permitirá ultrapassar as exigências impostas na realização do swing e aprimorar/aumentar a eficácia do gesto, o que com toda a certeza irá ter reflexos no desenvolvimento do seu jogo.

Para finalizar, pretendo destacar que, em qualquer modalidade desportiva que exija o comportamento eficaz do corpo, o trabalho específico tendo em vista a melhoria das prestações do atleta deve ser sempre privilegiado sob o argumento de possibilitar ganhos bem mais expressivos quando comparado com o simples desenvolvimento da condição física geral.

No entanto, volto a destacar a óbvia evidência de que o desenvolvimento da condição física geral deve estar presente em detrimento da ausência de treino físico.

 

 

Melhores resultados são possíveis realizando treino específico

Prescrever o treino tendo em consideração as exigências da modalidade

 

 

Ausência do desenvolvimento da condição física

 

Valter Santos, licenciado em Ciências do Desporto no ramo de Exercício e Saúde, e Mestre em Ensino de Educação Física pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto