Final complicado

Três bogeys nos últimos cinco buracos impediram Tomás Bessa de terminar no top-10 do Dreamland Pyramids Open do Alps Tour.

O português, que seguia -3 neste último dia, repetiu assim o 72 (Par) de segunda-feira e acabou no 21º lugar, com um total de -2.

Mesmo assim, este resultado supera o 23º do Ein Bay Open na estreia das Winter Series – tinha falhado o cut no Red Sea Little Venice.

Já Miguel Gaspar, que passou o terceiro cut, também se despediu com um 72 (Par), depos de dois bogeys nos últimos três.

Acabou em 32º, no Par, mas é ele o português mais bem classificado na Ordem de Mérito – Tomás Silva (27º), Tomás Bessa (37º) e Vítor Lopes (50º) vêm atrás.

Já Lucas Nemecz foi o vencedor com -12 e é ele agora quem lidera o ranking do Alps Tour.

O austríaco, vencedor do Gosser Open de 2017, deixou o italiano Edoardo Lipparelli a três shots e um grupo de três jogadores a quatro.

Foto: greatgolf.pt

Eventos relacionados

Mais sobre Winter Series - Dreamland Pyramids Open

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *