Koepka apanhou um valente susto

Apesar de algum drama, Brooks Koepka acabou por revalidar o título no PGA Championship e escrever mais uma página de história.

Iniciou o dia com uma vantagem recorde de sete pancadas, mas acabou por resistir a um ataque inesperado de Dustin Johnson e suplantou-o mesmo como número 1 do mundo.

A forma como vinha dominando o Bethpage Black, nada fazia prever o que aconteceu.

Mas a verdade é que os ventos cruzados dificultaram em muito a vida dos jogadores.

Que o diga Harold Varner III, que começou o dia em 2º, fez um birdie logo no 1, mas assinou um 81 (+9), o pior resultado do dia.

Brooks Koepka concluiu os front nine no Par e fez um birdie no 10, mas quatro bogeys consecutivos, do 11 ao 14, e um birdie de Dustin Johnson para ficar -3, reduziu a distância para apenas um shot.

Só que bogeys de DJ no 16 e 17 devolveram a tranquilidade a Koepka…

Foi o quinto jogador a conseguir vencer a prova de início ao fim, o primeiro desde Hal Sutton em 1983, e o segundo a defender o título na era strokeplay – desde 1958 –, depois de Tiger Woods (1999-2000 e 2006-2007).

E já agora foi o primeiro a defender o título no mesmo ano em majors diferentes (PGA Championship e US Open).

Num ano em que se falou na possibilidade de Jordan Spieth completar o Grand Slam, Dustin Hohnson tornou-se no oitavo jogador a completar o Grand Slam, mas de segundos lugares – British Open’2011, US Open’2015, Masters’2019e PGA’2019.

Destaque ainda para o hole-in-one de Lucas Bjerregaard.

Aliás, o seu parceiro de formação, Lucas Glover, também brilhou nesse buraco, ao meter diretamente do bunker.

Fotos: Getty Images

Eventos relacionados

Mais sobre PGA Championship

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *