Melo Gouveia foi o português mais consistente

Tomás Melo Gouveia aproveitou um último dia menos positivo de Francisco Oliveira para terminar com o estatuto de melhor português no Schladming Dachstein Open.

Melo Gouveia foi 17º com -5 e Francisco Oliveira dividiu o 35º lugar com outros dois jogadores, em -1.

Já João Magalhães e João Zitzer falharam o cut, fixado no Par.

Foto: Instagram de Tomás Melo Gouveia (tomasmg)

Eventos relacionados