O importante é fazer birdies (ou eagles)

Keegan Bradley ultrapassou Rafa Cabrera-Bello na classificação para assumir a liderança do Arnold Palmer Invitational, mas tem agora o sempre perigoso Tommy Fleetwood na peugada.

De confiança renovada, depos de no ano passado conseguido interromper um hiato de seis anos sem vitórias no PGA Tour, Bradley assinou seis birdies em Bay Hill para chegar a -9, mas Fleetwoood, sem ligação a nenhuma marca de equipamento, depois do contrato com a Nike ter expirado – tem 5 marcas diferentes no saco –, fez valer o seu ferro-4 da Srixon e a madeira-7 da Ping para conseguir dois eagles e alcançá-lo no primeiro lugar.

É verdade que chegam ao fim-de-semana com quatro pancadas de vantagem sobre os terceiros, mas neste campo, e com 36 buracos por jogar, tudo pode acontecer…

Depois de um modesto 77 (+5), Henrik Stenson foi diretamente para o driving range trabalhar intensamente com o seu treinador.

Embora já longe da discussão, conseguiu um 66 (-6) – uma melhora de 11 pancadas em relação à véspera –, e vai estar no fim-de-semana.

Apesar de um -2, Rory McIlroy (72+70) continua empenhado na defesa do título, ele que no ano passado venceu com -18.

Foto: USA TODAY Sports

Eventos relacionados

Mais sobre Arnold Palmer Invitational presented by Mastercard

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *