Pedro Machado supera craques do European Tour

O JOGADOR DO OPORTO GOLF CLUB FEZ UMA VOLTA DE 7 ABAIXO DO PAR. TORNEIO FEMININO TEM TRÊS JOGADORAS EMPATADAS NA FRENTE – LEONOR MEDEIROS, LEONOR BESSA E SARA GOUVEIA 

Pedro Machado, um jovem amador de apenas 14 anos, suplantou alguns dos melhores jogadores portugueses de sempre e assumiu o comando do 87.º Campeonato Nacional Absoluto Audi, que hoje (quarta-feira) arrancou no Oporto Golf Club, em Espinho, prolongando-se até Sábado, com o Pro-Am no Domingo.

No torneio feminino a classificação é encabeçada por três jogadoras empatadas, com a curiosidade de duas delas serem as atuais campeãs nacionais: Leonor Bessa (de profissionais) e Leonor Medeiros (de amadoras). A outra é Sara Gouveia, a estrear-se em competição com o novo estatuto de profissional.

O dia pertenceu, contudo, à sensacional volta de Pedro Machado. A jogar em casa, o sócio do Oporto fez valer o seu conhecimento do campo e também beneficiou de um dia inspirado nos greens, para concluir a primeira volta em 64 pancadas, 7 abaixo do Par, o seu melhor cartão de sempre em competições nacionais da Federação Portuguesa de Golfe.

«Foi um dia incrível em todos os aspetos, principalmente no putt, foi o meu recorde de birdies, foi a minha melhor volta de sempre em competição. Jogo aqui desde os oito anos. Tenho andado a bater bem, não falhei fairways, mas o putt é que fez a diferença. Penso que este foi o meu maior feito desportivo», disse o primeiro comandante da prova que considerou «ser bom jogar com os profissionais, pois isso melhora, sem dúvida o nível. Foi uma boa iniciativa da FPG».

Com 9 birdies e apenas 2 bogeys, Pedro Machado, surge surpreendentemente à frente, por 1 pancada, de Tiago Cruz, duas vezes campeão nacional amador e outras duas como profissional. A 2 pancadas de distância está outro amador, Lucas Lopes Azinheiro, que há duas semanas serviu como ‘caddie’ Filipe Lima no Portugal Masters. O 4.º lugar, a 4 pancadas do líder, é partilhado pelo profissional Miguel Gaspar, pelo amador João Pinto Basto Jnr e pelo amador espanhol Carlos Camarós Ruiz.

No top-10 vemos ainda craques como o membro do Challenge Tour Ricardo Melo Gouveia (-2), os jogadores do European Tour Ricardo Santos e Pedro Figueiredo (-1), o atleta do Pro Golf Tour Tomás Melo Gouveia (-1). Todos estiveram na semana passada no Open de Portugal at Royal Óbidos.

Merecem destaque outros três amadores no top-10: Alberto Costa Marques, o campeão nacional de sub-16 (-2); o atual n.º1 amador do Ranking Nacional BPI, Pedro Lencart (-2); e o empresário Manuel Alexandre Violas (-1). No total, dos 96 jogadores que concluíram a primeira volta, só 14 ficaram abaixo do Par.

Leonor Bessa

O torneio feminino contou com 18 jogadoras, nenhuma bateu o Par-71 do campo e o trio de líderes apresentou cartões de 73 pancadas, 2 acima do Par. Leonor Bessa com 2 birdies e 4 bogeys; Sara Gouveia com 4 birdies, 1 duplo-bogey e 4 bogeys; e Leonor Medeiros, que defende o título, com 3 birdies e 5 bogeys. Joana Silveira, campeã nacional amadora neste mesmo campo em 2016, surge no 4.º lugar (+4) e Sofia Barroso Sá, a n.º1 amadora no Ranking Nacional BPI, fecha o top-5 (+5).

Leonor Medeiros

Num dia em que acabou por não chover como previsto durante o jogo, mas tendo chovido bastante durante a madrugada, os greens apresentaram-se muito macios, acentuando as marcas de pisados à medida que o dia ia avançando. Não havendo praticamente vento e com uma temperatura amena, os “putts” foram o principal fator diferenciador nesta primeira jornada.

Entretanto, corrigindo uma informação de ontem, acrescentamos dois nomes a antigos campeões nacionais presentes.

Sara Gouveia

Campeões nacionais amadores ainda com o estatuto amador: Joana Silveira (2016), Leonor Medeiros (2019), Pedro Lencart (2016 e 2018) e José Sousa e Melo (1969, 1970, 1971, 1972, 1973, 1976, 1978, 1979 e 1986).

Campeões nacionais amadores já com o estatuto de profissionais: Susana Ribeiro (2013, 2014 e 2015), Leonor Bessa (2017 e 2018), Hugo Santos (2003), Tiago Cruz (2002 e 2005), Pedro Figueiredo (2007 e 2008), Ricardo Melo Gouveia (2009), Pedro Almeida (2013) e Tomás Melo Gouveia (2017).

Campeões nacionais de profissionais: Susana Ribeiro (2015, 2016, 2017, 2019), Leonor Bessa (2018 e 2020), Hugo Santos (2012), Pedro Figueiredo (2013), Tiago Cruz (2011 e 2015), Ricardo Santos (2011 e 2016).

O 87.º Campeonato Nacional Absoluto Audi cumpre as normas sanitárias decretadas pela FPG, em consonância com as diretrizes da Direção Geral de Saúde.

O total de prémios monetários para profissionais contempla 18.200 euros para o torneio masculino e 1.800 para o feminino, com a campeã a receber 900 euros e o campeão 3.800. O torneio de 72 buracos arranca às 7h10 com a prova feminina e às 8h30 o masculino. O último grupo sai às 14h39.

Contactospress@opendeportugal.pt / pressfpg@gmail.com / 96 404 56 22 (Hugo Ribeiro)        jpo@fpg.pt / 917 615 971 (João Pedro Oliveira) http://portal.fpg.pt/

Textos: Hugo Ribeiro

Fotos: Gonçalo Rosmaninho

Entrevistas: Entrevistas com as/os principais jogadoras/es na conta de Facebook: https://www.facebook.com/hugoribeirouppmagazine 

GABINETE DE IMPRENSA DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE GOLFE

Eventos relacionados

Mais sobre Campeonato Nacional Absoluto – Audi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *