Tway vacinado no Havai

Mesmo doente, Kevin Tway não quis perder a oportunidade de marcar presença no Sentry Tournament of Champions pela primeira vez, tal como o seu pai, em 2004.

Na altura, Bob, que levou o seu filho, de 16 anos, uma semana antes para Kapalua, para se adaptar ao Plantation Course, foi mordido por um inseto num dedo da mão e não pode treinar o resto da semana.

Acabou por ser 22º…

Agora é Kevin, no Maui depois da sua primeira vitória no PGA Tour, no Safeway Open, já no arranque desta temporada, em outuro, que está obrigado a lidar uma gripe.

Teve mesmo de retirar-se do Pro-Am após cinco buracos.

No entanto, isso não o impediu o texano, agora com 30 anos, antigo vencedor do US Junior Amateur de 2005, de assinar um 66 (-7) sem bogeys – e sete birdies –, aproveitando as condições mais tranquilas da manhã.

Os seus principais perseguidores, Dustin Johnson, Justin Thomas e Gary Woodland, estão a um shot.

Bryson DeChambeau também esteve em destaque, mas por outras razões.

Apesar de estar a três shots do líder, com um cartão de 69 pancadas (-4), o “Cientista” aproveitou a entrada em vigor das novas Regras para ‘patar’ com a bandeira.

Já Patton Kizzire (69) assinou o primeiro hole-in-one de 2019 no PGA Tour, com um ferro-7 no Par-3 do 8, de 170 metros.

“Foi um shot perfeito”, confessou mais tarde.

Foto: Getty Images

Eventos relacionados

Mais sobre Sentry Tournament of Champions

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *